Violetas na Janela

      

 

Há mais de 20 anos em cartaz, o espetáculo Violetas na Janela retorna a Ribeirão Preto. A montagem, que aborda a vida após a morte, é uma adaptação do livro homônimo de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, feita pela atriz Ana Rosa, que também atua e dirige o espetáculo junto ao ator Guilherme Correa. A peça é centrada no desencarne de Patrícia, uma garota de 19 anos, que acorda em uma Colônia Espiritual e percebe que a vida continua.

O homem continua sua busca incessante no sentido de ampliar sua capacidade de percepção de atingir sua unidade básica, pessoal e direta com Deus. Nunca um número tão grande de pessoas buscou tantas alternativas ou se interessou por experiências místicas e espirituais como agora. Estamos em plena era da revolução da consciência. 

O conhecimento e a prática das religiões orientais e ocidentais é uma realidade. Até mesmo a Ciência procura explicação para fenômenos espirituais através da parapsicologia e da própria psicologia. A literatura é pródiga em técnicas de terapia de regressão a vidas passadas, cura quântica, cura holística, memória holográfica, meditação transcendental, viagens astrais, experiências de quase morte, etc...

Quem de nós já não passou pela dor da perda de uma pessoa querida e não se sentiu compelido a refletir sobre a existência da vida após a morte?

“Violetas na janela” mostra com simplicidade as experiências de Patrícia, uma garota que desencarnou aos dezenove anos e acordou numa Colônia Espiritual onde a vida continua. Fala de suas descobertas, dúvidas, necessidades, da busca pelo auto conhecimento, seus receios, afetos, seus amores. Uma Colônia onde há hospitais, escolas, teatros, meios de transporte, bibliotecas, onde a tecnologia avançada convive em harmonia com a natureza, os homens, os animais. Um lugar onde é respeitado o livre arbítrio e a justiça reinante é a do amor.

Mas, no nosso Universo infinito também existem outros lugares mais e menos felizes. Para qual deles nós iremos após a morte do corpo, só depende de nós mesmos; do que e de como estamos fazendo aqui e agora.

O espetáculo “Violetas na janela” estreou no teatro Vanucci dia 07 de maio de 1997 e esteve em cartaz naquele teatro durante nove meses. Foi a peça teatral de maior público naquele ano (dado divulgado pela SBAT).

Com adaptação para o teatro de Ana Rosa e direção sua e do ator Guilherme Corrêa, o livro homônimo de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho trata da vida após a morte, a partir do desencarne de Patrícia. Tudo com uma leveza e toques de humor que se encarregam de dar graça ao espetáculo. A trilha sonora foi composta especialmente por Claudio Suisso e os vinte atores que se revezam em cena são mais um atrativo para o público.

A Editora Petit festejou em dezembro de 2003 o total de um milhão de livros vendidos.

Segundo Ana Rosa, as pessoas vêm se interessando cada vez mais pelo tema da reencarnação. O cinema americano nos brindou com filmes como “Ghost” “O sexto sentido”, “Os outros” e tantos mais. A Televisão  brasileira também abordou a mesma temática em novelas como “A viagem”, “Almas gemas”, “O profeta” e “Amor, eterno amor”.

Esse talvez seja um dos motivos do grande sucesso da peça teatral “Violetas na janela” que iniciará uma nova jornada neste ano de 2016.

ELENCO: Ana Rosa, Alex Rech, André Sobral, Danae Pereira, Guarnier, Giza Chris

Marcelo Alonso,  Márcio Luiz Perê, Leone Sant ´Anna, Isabela Vieira Helena Bittecourt e apresentando,Yasmim Bublitz.

Ficha Técnica:

Assistente de Direção: Beatriz Corrêa                                                     

Cenografia: Jose Dias

Figurino: Du Pimenta                                  

Iluminação: Carlos Alberto Boschini                                             

Diretor de Palco: Leandro do Valle

Som: Ana Carolina Sant´Anna

Produtora Artistica & Administradora: Amelinha Lima

Duração prevista:  1h40.

Ponto de venda sem taxa de conveniência:

Bilheteria do Theatro Pedro II, sede Rua Álvares Cabral, 370, Centro, Ribeirão Preto|SP.

- de 3ª a 6ª feira: das 10h às 19h ou até o início do espetáculo.

- sábados: das 14h até o início do espetáculo. Quando não houver espetáculo no dia de sábado, o horário será das 10h às 14h.

- domingos e feriados em que há espetáculos: das 14h até o início do espetáculo.

- domingos e feriados sem espetáculo: bilheteria fechada.

Os ingressos para PNE devem ser adquiridos diretamente na bilheteria.

Meia Entrada: Estudantes, Pessoa com deficiência e um acompanhante, Idosos (pessoas com mais de 60 anos), diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas das redes estadual e municipais, professores da rede pública estadual e das redes municipais de ensino.

Informações importantes:

É obrigatória a apresentação, ao entrar, de documento que comprove a situação de meia entrada. Se não houver está apresentação, a pessoa deverá pagar a outra metade do ingresso.

Não será permita a entrada após o início do espetáculo, não havendo troca de ingresso e nem devolução do dinheiro.

Confira seu ingresso (data, local, horário e lugar escolhido) e troco no ato da compra. Trocas ou devoluções posteriores não serão efetuadas.

Para melhor conservação do Theatro Pedro II é proibido o consumo de bebidas e alimentos dentro das salas de espetáculos.

Para sua comodidade, chegue 30 minutos antes do horário marcado em seu ingresso.

Ingressos

Plateia e Frisa: R$ 90 inteira e R$ 45 meia entrada

Balcão Nobre: R$ 80 inteira e R$ 40 meia entrada

Balcão Simples: R$ 70 inteira e R$ 35 meia entrada

Comprar

Data: 18/08/2018
Horário: 18:00

Local: Theatro Pedro II

Classificação: 12 anos

Violetas na Janela