Projeto Amigos da Casa apresenta Refazenda - Tributo Gilberto Gil

      

 

Tributo Gilberto Gil. Influenciador de gerações há mais de quatro décadas, o baiano é um dos mais completos músicos brasileiros e encanta plateias do mundo todo com a sonoridade genial de suas canções, a poesia de suas letras, o seu gingado, carisma e explosão no palco.

Além de “Refazenda”, “Refavela”, “Realce”, “Sítio do Picapau Amarelo”, “Sandra” e “Toda Menina Baiana”, músicas que estão na icônica trilogia “Re”, lançada por Gil nos anos 70, fazem parte do show várias canções da carreira do cantor, compositor e multi-instrumentista premiado com dois Grammys (1998 e 2005) como “Domingo no Parque”, “Banda Um”, “Expresso 2222”, “Drão”, “Andar com Fé”, “Parabolicamará”, “Madalena” e “Aquele Abraço”.

Destaque ainda para “Eu Preciso Aprender a Só Ser”, resposta de Gil à música “Eu preciso aprender a ser só”, de Marcos e Paulo Sérgio Valle, que foi imortalizada nos anos 60 na voz de Elis Regina.

As faixas do álbum Refazenda, o primeiro da trilogia, marcam o retorno de Gil às suas origens nordestinas após um flerte no exílio em Londres com as músicas de Jimi Hendrix e Beatles. O álbum tem muita influência e participação do cantor, sanfoneiro e compositor Dominguinhos. Mas, diz Gil, se engana quem vincula a letra de Refazenda a um protesto contra a ditadura militar.

“Abacateiro/ Acataremos teu ato/ Nós também somos do mato/ Como o pato e o leão/ Aguardaremos/ Brincaremos no regato/ Até que nos tragam frutos/ Teu amor, teu coração.”

 Com a palavra o mestre baiano: “Fiz um brainstorm de sons, fui aleatoriamente escolhendo palavras que rimassem e cheguei a um resultado interessante”, explica, negando vinculação entre o abacate e a cor verde dos uniformes militares ou entre o ato acatado e o Ato Institucional nº 5 de 1968. E conclui: “Refazenda é uma rememoração do interior, do convívio com a natureza, reiteração do diálogo com ela e do aprendizado com seu ritmo.”

Projeções durante o show no Pedro II vão apresentar fases da carreira do músico que ganhou da mãe um violão na infância, fez o primeiro show quando ainda cursava administração de empresas na Universidade Federal da Bahia, foi revelado para o grande público nos badalados festivais de música do final da década de 60, ao lado de Elis Regina e Chico Buarque, e criou o movimento Tropicalismo, junto com Caetano Veloso, Torquato Neto, Tom Zé e Rogério Duprat.

A ideia tropicalista era promover uma fusão dos elementos da música inglesa e americana com as músicas de João Gilberto e Luiz Gonzaga. O movimento, considerado subversivo pelo governo militar, levou Gil à prisão no final de 1968 e depois ao exílio em Londres que durou três anos.

Com 76 anos, em seu terceiro casamento, pai de 8 filhos, com quase 60 discos gravados e em torno de 5 milhões de cópias vendidas, Gilberto Gil se mantém um brasileiro apaixonado, ativo, provocador e inovador. Depois de assistir in loco aos primeiros jogos do Brasil na Copa da Rússia, ele partiu para mais uma turnê pela Europa, acompanhado por músicos da nova geração como os filhos Nara Gil e Bem Gil, Moreno Veloso, filho de Caetano, e Maira Freitas, filha de Martinho da Vila.

 

Duração prevista:  1h30

Ponto de venda sem taxa de conveniência:

Bilheteria do Theatro Pedro II, sede Rua Álvares Cabral, 370, Centro, Ribeirão Preto|SP.

- de 3ª a 6ª feira: das 10h às 19h ou até o início do espetáculo.

- sábados: das 14h até o início do espetáculo. Quando não houver espetáculo no dia de sábado, o horário será das 10h às 14h.

- domingos e feriados em que há espetáculos: das 14h até o início do espetáculo.

- domingos e feriados sem espetáculo: bilheteria fechada.

Os ingressos para PNE devem ser adquiridos diretamente na bilheteria.

Meia Entrada: Estudantes, Pessoa com deficiência e um acompanhante, Idosos (pessoas com mais de 60 anos), diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas das redes estadual e municipais, professores da rede pública estadual e das redes municipais de ensino.

Informações importantes:
Não será permita a entrada após o início do espetáculo, não havendo troca de ingresso e nem devolução do dinheiro.

Confira seu ingresso (data, local, horário e lugar escolhido) e troco no ato da compra. Trocas ou devoluções posteriores não serão efetuadas.

Para melhor conservação do Theatro Pedro II é proibido o consumo de bebidas e alimentos dentro das salas de espetáculos.

Para sua comodidade, chegue 30 minutos antes do horário marcado em seu ingresso.

Ingressos

R$ 20 inteira | R$ 10 meia entrada

Comprar

Data: 21/08/2018
Horário: 20:00

Local: Sala Principal

Classificação: 12 anos

Projeto Amigos da Casa apresenta Refazenda - Tributo Gilberto Gil